“Não se julgue, dentro da vida, como alguém que nunca prestará contas dos atos mais íntimos.
Tudo o que praticamos, Dirceu, permanece gravado no livro da consciência. O bem é a sementeira da luz, portadora de colheitas sublimes de alegria e paz, enquanto que o mal nos enegrece o espírito, como tinta escura que mancha os alvos cadernos escolares."

Mensagem do pequeno morto — Carlos por Neio Lúcio

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Saiamos a semear



 


A nossa tarefa é ajudar sempre, pois nunca sabemos quando a semente vai germinar. Então, saiamos a semear. Que elas caiam onde caírem. As que ficarem aparentemente perdidas no asfalto, nas pedras e na terra safara, serão resgatadas por uma apenas que encontre terra boa. Lançamos mil sementes; se perdermos novecentas e noventa e nove, uma que germine vai dar-nos dez mil. O que importa é semear, porque o resultado da colheita é de Deus. (Divaldo Franco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário